Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

contrast-40
lupa-40
Tese e Dissertação

Isolamento e caracterização de Staphylococcus spp em cães com diferentes enfermidades atendidos em Belo Horizonte, Minas Gerais

Autor

  • Resumo do trabalho
    • Resumo do trabalho
      • O gênero Staphylococcus apresenta grande relevância para a medicina humana e medicina veterinária, sendo composto por mais de 40 espécies. Pode ser encontrado como parte da microbiota natural de animais e humanos, mas também como agente oportunista em processos infecciosos. Entre as espécies encontradas em cães, destaca-se S. pseudintermedius – uma importante bactéria comensal da pele e mucosas, que também pode ser responsável por infecções clínicas como piodermites, otites e infecções de sítio cirúrgico (SSIs). O surgimento de estirpes de S. pseudintermedius resistentes à meticilina (MRSP) tornou-se um problema de importante de saúde pública, uma vez que estas são multirresistentes e podem infectar também seres humanos. O objetivo deste estudo foi identificar e caracterizar estirpes de S. pseudintermedius isoladas de diferentes sítios infecciosos em cães quanto à sua diversidade genética e resistência a antimicrobianos de uso em medicina humana e medicina veterinária. As amostras foram obtidas em duas clínicas veterinárias diferentes de Belo Horizonte; colônias sugestivas foram identificadas por MALDI-TOF e confirmadas por PCR ou sequenciamento dos genes 16S rRNA ou rpoB. Fora realizado teste de susceptibilidade antimicrobiana e detecção por PCR do gene mecA em todas as amostras. Os isolados de MRSP foram submetidos ainda à técnica de multilocus sequence typing. Cerca de 74,8% dos isolados clínicos eram S. pseudintermedius. Multirresistência (MDR) foi observada em 63,2% dos isolados de S. pseudintermedius e cerca de 24,5% foram MRSP. Metade dos isolados MRSP foi encontrado em SSIs. Entre os dez sequence types (ST) identificados, nove foram identificados pela primeira vez na literatura. O complexo clonal (CC) 71 foi o CC mais frequente e foi associado à resistência a fluorquinolonas. Tratamento antimicrobiano prévio, hospitalização e SSIs foram identificados como fatores de risco para aquisição da MRSP. O presente trabalho confirmou que S. pseudintermedius é a principal espécie de estafilocócica isolada em partir de cachorros infectados em Belo Horizonte, além de identificar uma alta taxa de estirpes MDR. SSIs foram responsáveis pela maior taxa de estirpes MRSP. Além disso, este é o primeiro que investigou a estrutura populacional de MRSP em Minas Gerais Minas Gerais (original name) Minas Gerais , revelando a dispersão de um CC bem consolidado, além de novas linhagens. Os resultados encontrados são de relevância para a saúde pública, uma vez que a bactéria apresenta importante potencial zoonótico e as opções terapêuticas disponíveis são limitadas.

        Palavras-chave: MRSP, MLST, ST71, infecções de sítio cirúrgico.

Defesa

Banca

Rodrigo Otávio Silveira Silva
Guilherme Guerra Alves
Larissa Silveira Botoni

Orientador

Fevereiro de 2024
D S T Q Q S S
010203
04050607080910
11121314151617
18192021222324
2526272829

Acompanhe a Escola