Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

contrast-40
lupa-40
Tese e Dissertação

Caracterização molecular de Sporothrix Spp. Isolados de gatos em uma área epidêmica no estado de Minas Gerais – Brasil

Autor

  • Resumo do trabalho
    • Resumo do trabalho
      • A esporotricose é uma zoonose fúngica causada por espécies patogênicas do gênero Sporothrix. A rápida progressão da doença no estado de Minas Gerais Minas Gerais (original name) Minas Gerais tem se tornado um crescente problema de saúde pública. Os estudos moleculares na região ainda são limitados. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi realizar a caracterização molecular de Sporothrix spp. circulantes, isolados de amostras clínicas de gatos e cães coletadas durante a epidemia de esporotricose na região metropolitana de Belo Horizonte – Minas Gerais Minas Gerais (original name) Minas Gerais . Para isso, foi realizado o estudo dos casos positivos confirmados por critério laboratorial (n= 756) ao longo de 2017 a 2021, bem como a determinação por métodos moleculares baseados na análise do gene da Calmodulina das espécies patogênicas e suas relações filogenéticas. Foi constatado o aumento no número de casos de novembro de 2017 a julho de 2021 na região, sendo os gatos os mais afetados. S. brasiliensis foi detectada em 100% dos isolados de gatos e cães. Considerando a análise filogenética, todos os isolados de S. brasiliensis foram agrupados em um clado monofilético. Os dados obtidos nas análises filogenética e haplotípica demonstram que os isolados mineiros compartilharam o haplótipo originado no surto de longa duração de esporotricose transmitida por gatos no estado do Rio de Janeiro, porém, com uma contribuição secundária de genótipos circulantes em outros surtos em diferentes regiões do país. Este é o primeiro estudo que realiza a caracterização molecular de um grande número de isolados clínicos de animais em uma área epidêmica no estado de Minas Gerais Minas Gerais (original name) Minas Gerais . Os achados evidenciam a circulação de diferentes genótipos de S. brasiliensis associadas a esporotricose em gatos e cães na região metropolitana de Belo Horizonte. Novos estudos são necessários para estimar a prevalência das espécies de Sporothrix no estado de Minas Gerais Minas Gerais (original name) Minas Gerais e as relações envolvidas na evolução da doença em áreas urbanas. Técnicas para rastrear diferenças genéticas no genoma dos genótipos podem contribuir para uma melhor compreensão epidemiológica do agente causador da esporotricose zoonótica e na implementação de ações de controle e prevenção da doença no estado.

        Palavras-chave: felino; Sporothrix brasiliensis; zoonose; saúde pública; diagnóstico molecular; filogenia; vigilância e controle.

Defesa

Banca

Marial Isabel de Azevedo
Raquel Virgínia Rocha Vilela
Roselene Ecco
Elisa Helena Paz Andrade

 

Orientador

Junho de 2024
D S T Q Q S S
01
02030405060708
09101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Acompanhe a Escola