Campanha Setembro Amarelo da Escuta Acadêmica da Escola de Veterinária

23.09.2020

Escuta Acadêmica da Escola de Veterinária alerta para a importância de ficar atento a sinais comportamentais associados a intenção de auto-extermínio.
 
 
O mês de Setembro é dedicado à Campanha "Setembro Amarelo", que se mostra como uma importante estratégia de prevenção ao colocar o tema do auto-extermínio em evidência, principalmente nesse momento de pandemia de Covid-19, com muitos fatores de risco para a Saúde Mental.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera o suicídio como um grave problema de saúde pública, mas que pode ser evitado com intervenções em diferentes níveis. É importante estarmos mais atentos uns aos outros e ao perceber alguns sinais como mudanças repentinas de comportamento, oscilações de humor, isolamento, além de verbalizações sobre querer acabar com a própria vida procurar conversar sobre o assunto com o indivíduo, no sentido de ajudá-lo a entender o que está acontecendo e se necessário, buscar ajuda profissional.
 
O comportamento suicida aparece como consequência de 04 sentimentos, chamados 4D e são eles:
a) Depressão
b) Desesperança
c) Desamparo
d) Desespero
 
Esses sentimentos geralmente se manifestam de maneira extrema, onde o indivíduo tem a percepção de que são insuportáveis, intermináveis e não conseguem enxergar uma saída se não por um fim a própria vida.
Pessoas com ideação suicida apresentam certos padrões de mudanças de comportamento. Algumas expressões diretas e indiretas de comportamento mostram que algo está errado e perceber esses sinais é o primeiro passo para ajudar alguém:
 
Sinais Diretos:
- Tentativa(s) de suicídio anterior;
- Ameaça ou expressão do desejo de morrer;
- Mostrar um plano para se matar (ou perguntar sobre os meios);
- Apresentar sinais de Depressão/Desesperança/Desamparo/Desespero;
- Oscilação de Humor/Pessimismo
- Ansiedade acompanhada de Estresse
- Dores emocionais/Sofrimento Psíquico
- Problemas de Sono (insônia ou sono excessivo)
- Automutilação (se cortar, se machucar intencionalmente)
- Raiva, impulsividade, desejo de vingança;
- Isolamento social: família, amigos, trabalho;
- Sensação de estar preso, sem encontrar saída;
- Falta de sentido para viver;
- Uso abusivo de substâncias (álcool e/ou outras drogas)
- Impulsividade e interesse por atividades de risco;
 
Sinais Indiretos:
- Desfazer-se de objetos importantes;
- Súbito desinteresse em atividades que antes lhe traziam prazer;
- Mudanças drásticas de comportamento;
- Fazer um testamento, organizar bens;
- Despedir-se de amigos e parentes;
- Casos extremos de irritabilidade, culpa e choro;
- Comprar arma, estocar comprimidos, procurar meios para o ato.
 
É importante ao perceber algum sinal de comportamento suicida, ouvir, acolher esse indivíduo que está em sofrimento emocional, mostrando que existe saída, que existe outro caminho e outras possibilidades e encorajá-lo a buscar ajuda profissional.
 
Em caso de comportamento suicida ou automutilação, acione o SAMU pelo número 192 ou procure atendimento de Urgência Hospitalar. Outra opção é o Centro de Valorização da Vida (CVV), que oferece atendimento gratuito 24 horas por dia pela internet ou pelo número 188. Em casos menos graves acesse o Site Mapa da Saúde Mental, onde encontrará uma lista de atendimento online e presencial de forma gratuita ou a preços acessíveis em todo o país.
 
Compartilhe:

Escola de Veterinária da UFMG
Av. Antônio Carlos 6627
Caixa Postal 567, campus Pampulha da UFMG
CEP: 31270-901. Belo Horizonte, MG
TELEFONE DA ESCOLA: +55 31 3409-2001
WHATSAPP DA ESCOLA: +55 31 98661-8229
Hospital Veterinário da UFMG
Av. Presidente Carlos Luz, 5162
TELEFONE DO HOSPITAL VETERINÁRIO: +55 31 3409-2000 ou +55 31 3409-2276