Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

contrast-40
lupa-40
Notícia

UFMG é a federal brasileira que mais promove o empreendedorismo

A UFMG é a universidade federal que mais promove o empreendedorismo entre os seus estudantes, segundo ranking da Confederação Brasileira de Empresas Juniores. O levantamento foi divulgado nesta terça-feira, dia 22 de outubro, em solenidade na Câmara dos Deputados, em Brasília, presidida por Tiago Mitraud, deputado federal por Minas Gerais Minas Gerais (original name) Minas Gerais .
 
No ranking geral, a UFMG aparece em terceiro lugar, atrás da Universidade de São Paulo (USP), que ocupa a primeira posição, e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a segunda colocada. De Minas Gerais Minas Gerais (original name) Minas Gerais , ainda integram a lista as universidades federais de Itajubá (Unifei) e de Viçosa (UFV), que foram classificadas, respectivamente, na quinta e na décima posições. Todas as dez instituições do ranking são públicas. O resultado detalhado da premiação pode ser conferido neste link.
 
“Na UFMG, enxergamos a empresa júnior como uma atividade complementar ao ensino da graduação, um campo de aprendizado para o ensino superior”, afirma o vice-reitor Alessandro Fernandes Moreira, que representou a Universidade na solenidade em Brasília. “Nesse sentido, buscamos abordar a questão do empreendedorismo não apenas pelo viés da formação de empresários. Na UFMG, abordamos o empreendedorismo como cultura, uma atividade integrada ao aprendizado”, explica.
 
Segundo informações da Federação das Empresas Juniores de Minas Gerais Minas Gerais (original name) Minas Gerais (Fejemg), que conta com 168 filiadas, Minas Gerais Minas Gerais (original name) Minas Gerais é o estado com mais empresas juniores no país e tem aproximadamente cinco mil empresários nessa categoria.
 
Em sua terceira edição, o Ranking Nacional de Universidades Empreendedoras 2019 tem o objetivo de premiar as comunidades acadêmicas que mantêm ecossistemas de inovação que mais favorecem o desenvolvimento da sociedade por meio de práticas inovadoras. Neste ano, 123 universidades das 27 unidades federativas foram avaliadas. Para a composição do ranking, foram ouvidos, neste ano, 15 mil estudantes.
 
Formação de empreendedores
A Confederação Brasileira de Empresas Juniores é uma entidade que representa as empresas juniores brasileiras e visa impulsionar a vivência que elas proporcionam e legitimá-las junto à sociedade. Sua missão, informa seu site, é potencializá-las como agentes de formação de empreendedores comprometidos com a transformação do país.
 
“Mais do que um diagnóstico das universidades brasileiras, queremos que o Ranking de Universidades Empreendedoras, realizado pela sociedade civil organizada – aqui, representada pelos universitários –, seja instrumento de mudanças no ecossistema educacional, a partir da criação de políticas públicas e da adoção de práticas inovadoras por parte das universidades e do governo, no que se refere, principalmente, à geração de novas fontes de receita”, afirmam os organizadores da classificação.
 
Redação: Cedecom

Últimas Notícias

Eventos

Fique de Olho

Acompanhe a Escola