Universidade Federal de Minas Gerais

contrast-40
lupa-40
Notícia

Programa Comuni apresenta atividades na Superleite 2014

 
Morcegos, aranhas e cobras eram animais presentes no estande da Escola de Veterinária, feito em parceria com a prefeitura de Pompéu, na feira de agropecuária Superleite 2014 realizada nos dias 30 de julho a 2 de agosto no Parque de Exposições da cidade.  Alunos do programa Comuni apresentaram ao público as atividades que são feitas na região.
 
Com a presença de produtores, moradores e crianças de escolas da região, a Escola de Veterinária divulgou conhecimento com informações sobre doenças em animais, saúde pública, cuidados com serpentes, entre outros temas. Como destacou a aluna Lorenna Alves, do 6° período de Medicina Veterinária, o programa Comuni busca entender as demandas do campo e trabalhar em cima delas.  No estande, Lorenna Alves explicou o controle e formas de prevenção com as principais doenças em galinhas. “O nosso foco é a agricultura familiar e trabalhamos com os que eles precisam no momento. Já trabalhamos com galinha caipira, gado de leite, gado de corte, psicultura, entre outros. Vamos até a propriedade e damos assistência. Trabalho com doenças em galinhas e trouxemos algumas para fazer a demonstração de vacinação”. 
 
Uma das recentes preocupações entre produtores e pesquisadores é a ocorrência da tripanossomose bovina na região de Pompéu. Tendo em vista esta demanda, o professor Rodrigo Menezes conversou com produtores sobre a doença. O objetivo era informar a presença da doença no município, os cuidados preventivos e o controle do uso de agulhas e seringas. Além dos produtores, participou da discussão, os professores Francisco Lobato e Zélia Lobalo, e o secretário de Indústria, Comércio e Agropecuária, Geraldo Edson de Campos.
 
 
O curso de Aquacultura também participou da exposição. A água em qualidade e quantidade suficiente é essencial para o ser vivo, assim, a equipe de saneamento ambiental esteve presente no evento. “Nosso objetivo foi trazer informações sobre a forma de captação da água, os cuidados e as formas de tratamento que podem ser feitos pela própria população”, afirmou a estudante Stella Rubim do 10° período de Aquacultura.
 
Dentro do estande, um dos projetos que mais chamaram a atenção dos visitantes foi a exposição de animais peçonhentos da Fundação Ezequiel Dias (Funed). O médico veterinário Aristóteles Kawa foi o representante da instituição e demonstrou a importância biológica desses animais, alertou sobre a prevenção de acidentes e noções básicas de primeiros socorros ao acidentado. “Os exemplares de serpentes, aranhas e escorpiões utilizados, aproximam o público de animais que por vezes são tratados como ‘problemas’, mas que além de sua importância ecológica têm se demonstrado promissores na pesquisa científica, visando, por exemplo, a obtenção de fármacos”, comentou Aristóteles.
 
Na Superleite, a população tem o retorno do trabalho que os alunos participantes do Comuni realizam nas propriedades rurais. Para Pedro Henrique Aguiar, do 9° período de Medicina Veterinária, “a Superleite é o momento que o Comuni tem para mostrar o programa como um todo para quem não conhece e fortalecer para quem conhece. Além de estreitar a relação entre a população de Pompéu, a prefeitura, as cooperativas e os alunos que vem trabalhando”. 
 
 
Confira as fotos da exposição aqui.
 

Últimas Notícias

Eventos

Fique de Olho

Acompanhe a Escola