Universidade Federal de Minas Gerais

contrast-40
lupa-40
Notícia

Obras audiovisuais ocupam fachada e planetário do Espaço TIM UFMG a partir do dia 31

Situações e objetos aparentemente comuns ganham outros significados sob o olhar da arte. Documentos históricos são incorporados à ficção e retratam a tensão entre arquitetura, poder, sujeito e sociedade. Essas duas ideias constituem a base das propostas selecionadas entre os projetos inscritos no edital de estímulo à produção audiovisual: fulldome e fachada digital, realizado no ano passado pelo Espaço TIM UFMG do Conhecimento.

As obras escolhidas, Cine Jornais e A eterna novidade do mundo, serão lançadas no dia 31 de janeiro, a partir das 19h30, e ocuparão a fachada digital e o planetário do Espaço até 9 de fevereiro.

Para a fachada digital, os artistas visuais Luísa Horta e Ricardo Burgarelli apresentam o Cine Jornais, série de dez vídeos que serão exibidos individualmente a cada dia, sempre às 20h.

Inspirado em produções audiovisuais institucionais do século 20, a proposta apresenta composições feitas com fragmentos de arquivos de Belo Horizonte, filmes brasileiros e imagens produzidas pelos próprios artistas com uma câmera super 8.

Arquitetura e pessoas

Tomando como base a história de Belo Horizonte, Cine Jornais sugere uma reflexão sobre a relação entre arquitetura e pessoas no espaço urbano. Ao longo dos processos de pesquisa e realização da obra, os artistas identificam um movimento específico e constante de transformação da capital.

“Nossa cidade vive ciclos de destruição e construção, estabelecendo-se como um espaço do vazio, que não carrega nenhuma identidade. A sensação é de que ela está sempre à espera de um futuro moderno que nunca chega”, explica a artista Luísa Horta.

A proposta partiu do trabalho que reúne fotografias, vídeos, instalações e impressos. Criado pelos mesmos artistas, o conjunto chamado Arquivo de Obras em Acabamento ficou exposto no Centro Cultural UFMG de agosto a setembro de 2012 e foi um dos vencedores do Situações Brasília 2012 – Prêmio de Arte Contemporânea do Distrito Federal, passando a integrar o acervo do Museu Nacional da República na capital brasileira.

Eterna novidade

De 1 a 9 de fevereiro, o público poderá assistir, no planetário, aos vídeos de A eterna novidade do mundo diariamente, às 16h, de Camila Buzelin e Francesco Napoli, que vai preencher a programação de formato fulldome.

Situações cotidianas são trabalhadas como imagens científicas que aludem a fenômenos dos mundos micro e macroscópico. Galáxias e partículas subatômicas são representadas poeticamente, a partir de acontecimentos que costumam passar despercebidos pelo olhar apressado do dia a dia.

Os autores contam que a ideia partiu do gosto por documentários de ciência. “Apesar da minha formação não estar relacionada com a astronomia, tenho interesse pelo tema, muito influenciado pela filosofia e produtos científicos audiovisuais que são esteticamente muito bonitos”, relata o artista sonoro Francesco Napoli.

Programação

Dia 31/01 – Sessões especiais de lançamento:
Cine Jornais
Sessões: 20h e 21h30
Local de exibição: fachada digital

A eterna novidade do mundo
Sessões: 19h30 e 21h
Local de exibição: planetário*

De 01 a 09 de fevereiro:
Cine Jornais
Sessão diária: 20h
Local de exibição: fachada digital

A eterna novidade do mundo
Sessão diária: 16h
Local de exibição: planetário*

*As sessões de exibição do projeto A eterna novidade do mundo no planetário terão entrada gratuita durante o período de exposição dos trabalhos.

Redação: Cedecom

Últimas Notícias

Abril de 2023
D S T Q Q S S
01
02030405060708
09101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Eventos

Fique de Olho

Acompanhe a Escola