Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

contrast-40
lupa-40
Notícia

Escola de Veterinária da UFMG no maior evento nacional de Aquicultura

Durante os dias 10 a 14 de abril, na cidade de Florianópolis SC, ocorreu o 10º Congresso Brasileiro de Aquicultura e Biologia Aquática – AQUACIÊNCIA 2023, maior evento científico na área. A Escola de Veterinária da UFMG não ficou de fora e esteve representada por estudantes de graduação, pós-graduação e pelos professores Cintia Nakayama, Guilherme Campos e Leonardo Boscoli. No total, a Escola de Veterinária enviou 17 resumos de trabalhos, com apresentações nas modalidades oral e pôster.

Abertura do Aquaciênciea com participação da professora Cintia Nakayama

 

Um congresso consolidado e tradicional como este, proporciona um momento importante na Aquicultura. Reunindo estudantes, pesquisadores e empresas que estão apresentando seus produtos de estudo e pesquisa, buscando elucidar lacunas da produção, melhorar os processos produtivos, de bem estar dos animais, discutindo inovações e sustentabilidade da atividade. Todo o processo perpassa pela presença dos estudantes, com a intenção de promoção da ciência, eles se tornam peças fundamentais na pesquisa.

Apresentação do pôster da discente Imaculada, do programa de pós graduação em zootecnia

 

Sidney dos Santos, estudante do programa de pós-graduação em Zootecnia expressou a sua percepção do evento e como considerou a sua participação: “Depois de dois anos sem congressos presenciais, participar do Aquaciência, presencialmente, foi uma oportunidade singular para minha formação acadêmica e profissional. Sempre gostei de participar de congressos da minha área porque é uma oportunidade importante para atualização dos conhecimentos e ao mesmo tempo verificar o que está sendo produzido de mais recente nas outras instituições de ensino e pesquisa” e completa: “Apresentei três trabalhos da minha tese de doutorado no qual foram desenvolvidos no laboratório de larvicultura do LAQUA e assim pude contribuir para a divulgação dos avanços recentes do nosso grupo de pesquisa, coordenado pelo Prof. Ronald Kennedy Luz”.

Discente da pós graduação em zootecnia, Sidney, em apresentação oral do trabalho realizado no laboratório de larvicultura do LAQUA

 

A estudante Karen Beatriz Guerra Lima, outra a mostrar entusiasmo, desenvolveu atividades de pesquisa no laboratório Nutrition, Genetic and Technology in Aquaculture no LAQUA. Presente pela primeira vez no congresso, Karen confirma: “Participar do Aquaciência foi importante porque tive acesso às palestras, minicursos e apresentações de trabalhos extremamente atuais, além do contato direto com profissionais que são referência na Aquacultura brasileira e internacional”.

Apresentação oral do trabalho da discente em medicina veterinária Karen, IC no grupo de estudos do LAQUA 

 

Ao final do AQUACIÊNCIA foram premiados os três melhores trabalhos orais e três trabalhos pôsteres. Entre os três pôsteres premiados estava o trabalho do Prof. Guilherme Campos do Departamento de Medicina Veterinária Preventiva- DMVP, intitulado “Caracterização da diversidade genética de Lactococcus garvieae e Lactococcus petauri isolados de espécies nativas e exóticas de peixes”. Perguntado ao professor qual seria a importância do prêmio, ele responde: “Esse é um trabalho preliminar que está incluído em duas dissertações de mestrado em andamento. Recentemente a lactococose tem se tornado uma doença de preocupação na piscicultura nacional, especialmente na produção de tilápias, causando mortalidade considerável. E como há o isolamento dos patógenos associados à essa doença em peixes nativos, precisava verificar se os patógenos circulantes nas tilapiculturas são os mesmos que estão circulando na produção de nativos”. Guilherme completa explicando que o trabalho premiado foi conduzido por sua orientada de iniciação científica, Júlia Miranda Trindade, do curso de Aquacultura, juntamente com dois alunos da pós-graduação Victória e Fagner, além dos professores Carlos e Henrique da Sanidade de Organismos Aquáticos do DMVP da Escola de Veterinária. E é claro, uma palavrinha sobre o prêmio, o professor expressou “Estamos honrados pelo trabalho ter sido premiado no congresso”.

Premiação do trabalho da equipe do prof. Guilherme do DMVP

 

A Profa Cintia Nakayama, do Departamento de Zootecnia da Escola de Veterinária e que também faz parte da diretoria da Sociedade Brasileira de Aquicultura e Biologia Aquática- AQUABIO, sociedade promotora do evento, ressaltou como foi importante a retomada do congresso presencial, para o contato mais próximos com os estudantes, pesquisadores e empresas participantes. E completou: “Essa reunião de pessoas, ideias e muita discussão nos leva a reflexão por novas propostas sempre, e cada vez mais elucida que os desafios permeiam cada vez mais bases sustentáveis de produção e que por sua vez não dispensam a pesquisa, a ciência”.

A Escola de Veterinária parabeniza todos os discentes e docentes envolvidos no 10º Congresso Brasileiro de Aquicultura e Biologia Aquática – AQUACIÊNCIA 2023!

Últimas Notícias

Eventos

Fique de Olho

Acompanhe a Escola