Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

contrast-40
lupa-40
Notícia

Aluno de Pós-graduação da EV constrói e doa três totens para álcool em gel

A Escola de Veterinária da UFMG recebeu no dia 13 de agosto, quinta-feira, uma verdadeira demonstração de carinho por parte de um estudante, Franklin Batista, que atualmente faz doutorado da Pós-graduação de Zootecnia. O aluno construiu 3 totens para álcool em gel e doou para a Escola de Veterinária. Os totens foram alocados para a Portaria da Escola, Hospital veterinário e para a portaria do LAQUA como medida preventiva à Covid-19.
 
Perguntado sobre o que o motivou a construir os totens, Franklin se disse inspirado pela obra literária ‘Por Quem Os Sinos Dobram’ de Ernest Hemingway, cujo o título fora inspirado no poema de John Donne, ‘E por isso não perguntai: Por quem os sinos dobram; eles dobram por vós’. A obra de Ernest Hermingway foi escrita no contexto da Guerra Civil Espanhola. Entendendo que hoje vivemos uma das maiores catástrofes sanitárias e psicossociais da humanidade com o coronavírus, Franklin se preocupou em não ser indiferente com relação às milhares de vidas que se vão diariamente.
 
  
 
“Nenhum homem é uma ilha, isolado em si mesmo; todos são parte do continente, uma parte de um todo. Se um torrão de terra for levado pelas águas até o mar, a Europa ficará diminuída, como se fosse um promontório, como se fosse o solar de teus amigos ou o teu próprio; a morte de qualquer homem me diminui, porque sou parte do gênero humano. E por isso não perguntes por quem os sinos dobram; eles dobram por ti”  – John Donne
 
“Foi por considerar que ‘a morte de qualquer homem me diminui’ que decidi fazer algo e colaborar da forma que posso para superarmos este momento singular que vivemos. Como não tenho formação para atuar diretamente em pesquisas relacionadas à Covid-19 ou no atendimento aos doentes nos hospitais, resolvi tentar contribuir com minhas habilidades manuais. Aí então, nasceu a ideia dos totens de álcool em gel. Os equipamentos foram desenhados e construídos por mim e, como sou membro do Centro de Memória da Escola de Veterinária, propus a doação em seu nome, por considerar que este momento deve ficar registrado também na ‘memória’ da nossa Escola. Devemos nos lembrar que problemas sociais, sejam de que natureza forem, são superados com a colaboração de cada membro da comunidade”, contou Franklin.
 
Sua forte ligação com a EV e com a UFMG, onde se graduou, concluiu mestrado e que agora o formam como doutor, tornou a ação uma "obrigação". "Fazer algo para a Escola de Veterinária, então, além de considerar como minha obrigação, sou motivado por um sentimento de carinho e gratidão que tenho tanto pela Escola como pela UFMG", concluiu Franklin.
 
A Escola de Veterinária agradece o lindo gesto de Franklin Batista, e reforça a preocupação com as medidas preventivas à Covid-19. 

Últimas Notícias

Eventos

Fique de Olho

Acompanhe a Escola