Caso Clínico 007
 
Caso Clínico produzido por alunos de pós-graduação e professores do Setor de Clínica de Ruminantes
 
Autores: Rafael José da Silva, Júlia Gomes de Carvalho Jorge, Elias Jorge Facury Filho
 
Em relação à criptosporidiose, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para afirmativas falsas:
 
( ) O Cryptosporidium parvum é um coccídio causador de diarreia em bezerros neonatos e deve ser tratado principalmente com fluidoterapia e coccidiostático, como a monensina.
 
( ) Os oocistos de Cryptosporidium sp. eliminados nas fezes esporulam no ambiente, tornando-se infectante, contaminando bezerros neonatos.
 
( ) A diarreia em bezerros nas primeiras semanas de vida é causada por vários enteropatógenos de forma associada, sendo o Cryptosporidium parvum um dos principais agentes e o mais frequente.
 
( ) O Cryptosporidium sp. é um importante protozoário causador de diarreia em bezerros e humano e a infecção ocorre principalmente fecal oral pela ingestão de cistos.
 
( ) A infecção por Cryptosporidium parvum ocorre, principalmente, em bezerros com até 4 semanas de idade.
 
( ) O vacúolo parasitófaro forma-se intracelular, porém extracitoplasmático no enterócito. Além disso, após a reprodução sexuada, ocorre a formação dos oocistos que serão eliminados e após 48 horas esporulados no ambiente, tornando-se infectante.
 
( ) A infecção de Cryptosporidium sp. ocorre, frequentemente, de forma associada a outros agentes e por isso é essencial o tratamento com antibioticoterapia, diminuindo a excreção de oocistos.
 

F F V F F F F

F V V F V V F

Todas as alternativas estão corretas.

Todas as alternativas estão erradas.

V F F V V F F

V V F F F V V



OUTROS CASOS

»Caso Clínico 006

»Caso Clínico 005

»Caso Clínico 004

»Caso Clínico 003

»Caso Clínico 002

»Caso Clínico 001

Escola de Veterinária da UFMG
Av. Antônio Carlos 6627
Caixa Postal 567, campus Pampulha da UFMG
CEP: 31270-901. Belo Horizonte, MG
TELEFONE DA ESCOLA: +55 31 3409-2001
WHATSAPP DA ESCOLA: +55 31 98661-8229
TELEFONE DO HOSPITAL VETERINÁRIO: +55 31 3409-2000 ou +55 31 3409-2276