Loading
Professores do DZOO iniciam linha de pesquisa sobre Aquaponia

24.05.2017

O professor Ronald Kennedy Luz, do Laboratório de Aquacultura (Laqua) do Departamento de Zootecnia da UFMG, montou uma estrutura demonstrativa de aquaponia e está iniciando esta linha de pesquisa na Escola. O trabalho é desenvolvido juntamente com a professora Cintia Nakayama, do mesmo departamento. Ronald já vinha ministrando cursos sobre aquaponia fora da Universidade. O objetivo das pesquisas é um maior aprofundamento no tema.
 
A aquaponia é uma prática da aquacultura que une a criação de organismos aquáticos e hidroponia em um sistema integrado. Nesses sistemas, a mesma água circula para a manutenção dos animais e para o crescimento dos vegetais. 
 
 
Uma das maiores vantagens do sistema é o aproveitamento dos nutrientes gerados pelos peixes para a produção de plantas. A atividade é considerada como de base agroecológica e mais sustentável. A partir da adaptação de um aquário ou tanque de peixes acoplado à hidroponia, a técnica pode ser realizada nas pisciculturas e ainda em ambientes domésticos.
 
A técnica permite o cultivo de diversos tipos de vegetais, como alface, agrião, cebolinha, tomate, pimentão, entre outros. Do mesmo modo, diferentes espécies de peixes podem ser utilizadas, como Tilápia, Truta e Carpa, dependendo da região. É importante que a espécie escolhida suporte alta densidade de estocagem para que o cultivo seja rentável. No Laqua, os professores responsáveis pelo projeto já têm conseguido produzir alfaces, manjericão e hortelã. A expectativa quanto aos peixes é de que se possa fazer uso de outras espécies, além da tilápia utilizada atualmente.   
 
 
Ronald acredita ser possível praticar a Aquaponia em cultivos de grande escala no Brasil. O professor ressalta, porém, que ainda há muito para aprender. E cita o exemplo de países como Chile e Estados Unidos, que já realizam a técnica em escala comercial.
 
Na busca por mais informações e técnicas comerciais, a professora Cintia esteve no Chile, em maio de 2017, para conhecer este tipo de atividade em maior escala. Cintia participou de um curso ministrado pelo Dr. Germán Merino e pela Dra. Elisabeth Von Brand Skopnik, ambos pesquisadores e produtores na área.
 
 
Cintia considera a técnica como uma forma de auxiliar a agricultura familiar. Também podendo ser um hobby para pessoas que queiram produzir vegetais e peixes para consumo próprio. “Outro ponto interessante é que a técnica não utiliza herbicidas e inseticidas para controle de pragas.”, ressaltou a professora.
 
“A Aquaponia vem crescendo em todo o mundo. Desta forma, é importante que os alunos de Aquacultura da UFMG tenham conhecimento sobre o tema para poderem atuar na vida profissional e atender a crescente demanda na área.”, explicou Ronald sobre a importância da promoção do ensino dessa prática no Laqua.
 
O laboratório almeja difundir essa técnica e assim ampliar as estruturas de aquaponia para experimentação em diferentes sistemas. Dessa forma, vem sendo possível conhecer os desafios e vantagens de cada um deles. As estruturas serão utilizadas para ensinar a parte prática e demonstrar os diferentes investimentos e desafios das formas de cultivo. “A ideia é conseguir concretizar esse trabalho passando todas as informações que são necessárias para a montagem do sistema. Nossa intenção também é ensinar a outras pessoas que têm interesse, pois temos sido procurados pela comunidade externa”, explicou Cíntia.
 
Na Escola, os cultivos vêm sendo realizados por alunos do curso de Aquacultura e da pós-graduação em Zootecnia. Há ainda a expectativa de que os cursos de extensão sejam abertos a toda comunidade em um futuro breve.
 
Os interessados em mais informações podem entrar em contatos com os professores Cintia Nakayama e Ronald Luz. 
 
Cintia: (31) 3409-3308 | cintianakayama@gmail.com
Ronald: (31) 3409-2218 | luzrk@yahoo.com
 
Compartilhe:

Escola de Veterinária da UFMG
Av. Antônio Carlos 6627
Caixa Postal 567, campus Pampulha da UFMG
CEP: 31270-901. Belo Horizonte, MG
TELEFONE DA ESCOLA: +55 31 3409-2001
TELEFONE DO HOSPITAL VETERINÁRIO: +55 31 3409-2000 ou +55 31 3409-2276